Preparado para o perde ganha?

O dia de ontem foi um bom exemplo do que é a Bolsa em um dia de volatilidade. O Ibovespa, principal índice da B3, começou o dia dando continuidade à forte queda da quarta-feira, subiu no começo da tarde e no finalzinho do pregão voltou a cair com muita força, encerrando os trabalhos com perda de 2,59%.

É para esse perde e ganha frenético que o investidor iniciante, mais vulnerável por não ter experiência ou conhecimentos técnicos, tem que estar preparado psicologicamente, como mostra reportagem do 6 Minutos.

Uma das principais dicas é: tenha cuidado com o efeito manada, quando o investidor opta por um caminho ao ver diversos outros indo por ele. É bem provável que essa mudança de direção seja tomada tarde demais: em vez de lucrar, você vai perder dinheiro.

A psicologia também é importante na hora de comprar ou vender uma ação na hora certa, não encurtando os lucros antes da hora ou segurando por tempo demais um papel que está caindo.

Buscar conhecimento sobre o mercado, estudando a fundo as companhias nas quais se pretende investir, é fundamental e ajuda a criar confiança.

Aos que, em pouco tempo, já perceberam que não têm estômago para tanto sobe-e-desce, há maneiras de investir na Bolsa sem ter a necessidade de acompanhar o andamento dos papéis, como os fundos de investimento em ações.

Leia mais: http://bit.ly/2vpqHrz
E em meio ao receio generalizado com a extensão dos danos do coronavírus, o dólar continua sua escalada: chegou a bater em R$ 4,5 ontem, e fechou o dia em R$ 4,47.

Isso quer dizer que as passagens aéreas devem estar pela hora da morte, né? Pois é, apesar de 60% dos custos das empresas aéreas serem em moeda americana, as tarifas recuaram.

Um levantamento feito pela plataforma de comparação de passagens KAYAK a pedido do 6 Minutos mostrou que, de cinco destinos internacionais, quatro tiveram queda nos preços médios em fevereiro em relação a janeiro.

A redução pode ser explicada pela própria demanda em queda e pelo fato de que estamos justamente na janela de antecedência considerada ideal para a compra de passagens para as férias do meio do ano. Em janeiro, alguns bilhetes ainda estavam sendo vendidos com preço cheio.

Saiba mais aqui: http://bit.ly/2PvnuxC
Entre no grupo do 6 Minutos e receba direto no WhatsApp as principais notícias do dia: https://6minutos.com.br/whatsapp
Digitalização de lojas físicas. Essa é a curiosa estratégia da Magalu para promover seus pontos de venda nas redes sociais. O projeto Magalocal fez com que cada uma das 1.000 lojas da rede no país tivesse a sua própria fanpage no Facebook e uma verba de marketing digital para trabalhar o público da sua região.

Um dos efeitos inesperados do sucesso dessas campanhas é que alguns vendedores acabaram se tornando influenciadores. Esse é o caso de Camila Sales Gomes, 30 anos, vendedora do Magazine Luiza de Avaré, no interior de São Paulo, que teve 10 milhões de visualizações em um dos vídeos que ajudou a elaborar.

Quer saber mais sobre esse assunto? Vai lá: http://bit.ly/2watB3x
Startup especializada na compra e revenda de apartamentos de médio padrão em grandes metrópoles, a Loft está criando um marketplace de serviços de reforma de imóveis, numa iniciativa para acelerar as receitas no mercado imobiliário em recuperação no país.

A medida permitirá à startup ampliar seu raio de ação. Desde que foi criada, em agosto de 2018, a empresa usa recursos próprios para comprar apartamentos, reformá-los e depois revendê-los, modelo por meio do qual já transacionou cerca de mil imóveis.

Leia mais sobre a estratégia: http://bit.ly/3afS3PT
Nem 2% de crescimento. O avanço do coronavírus levou o Bank of America Merrill Lynch, um dos grandes bancos americanos, a reduzir sua perspectiva de crescimento econômico para o Brasil neste ano de 2,2% para 1,9%.

Os especialistas do banco justificaram a decisão afirmando que nossa economia não dá sinais consistentes de crescimento, e que o surto da doença deve impactar negativamente as exportações: http://bit.ly/32zgpBB
Já a equipe econômica ainda está avaliando os efeitos da doença para eventual revisão nas projeções oficiais para o PIB de 2020.

O secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, avaliou que o risco de coronavírus é tanto no preço de commodities quanto no crescimento menor do mundo, sendo que a extensão do impacto econômico ainda é “muito incerta”: ttp://bit.ly/32wsCqu